1.958.207 SÃO PARTE DO MOVIMENTO
A All Out está mobilizando milhões de pessoas para construir um mundo onde ninguém precise sacrificar sua família ou liberdade, segurança ou dignidade, por ser quem é e amar quem ama.

Junte-se ao movimento!
 
 
Em
Icon1
77
países, é crime ser lésbica, gay, bi ou trans
Infographics_diagonal_line
 
Em
Icon2
10
é motivo legal para prisão perpétua ou pena de morte
Infographics_diagonal_line
 
A cada
Icon3
16
horas, uma pessoa transgênero é assassinada
Infographics_diagonal_line
 
Somente
Icon4
16
países permitem o casamento igualitário
 

Nossa missão

 

Nossa missão é construir um mundo onde ninguém precisará sacrificar família ou liberdade, segurança ou dignidade, por ser quem é ou amar quem ama.

De petições direcionadas a lideranças mundiais a organização de flash mob (aquela mobilização relâmpago em que uma multidão realiza alguma performance coletiva rápida e logo se dispersa), a equipe da All Out reage a crises urgentes e aproveita novas oportunidades para desafiar as leis em 77 países onde é considerado crime ser gay, lésbica, bi ou trans. Estamos também aumentando, no mundo inteiro, o reconhecimento dos relacionamentos, combatendo a homofobia na imprensa, desafiando empresas a se pronunciarem a favor da igualdade e trabalhando para erradicar a violência e a discriminação. A All Out também produz conteúdo criativo sobre gays, lésbicas, bis e trans, que é compartilhado na internet por nossos colegas com o intuito de iniciar conversas provocativas que podem mudar corações e mentes.

Nossa história

 

Andre Banks e Jeremy Heimans deram início à All Out quando estavam construindo a Purpose, uma organização sem fins lucrativos certificada que utiliza um modelo inovador para reunir alguns dos profissionais e especialistas líderes mundiais a fim de conseguir fundos, realizar o lançamento e acelerar o crescimento de novas organizações de movimentos sociais.

A All Out é uma combinação dos esforços de duas instituições – a Purpose Action, uma organização sem fins lucrativos classificada como 501(c)(4) no código de impostos dos Estados Unidos, focada em sensibilizar as pessoas e mudar a política, e a Purpose Foundation, classificada como 501(c)(3), uma organização beneficente focada em educação e mudança de cultura. A All Out foi lançada com apoio inicial da Purpose e, por meio de uma parceria que perdura, é a primeira organização a se beneficiar da Plataforma Purpose, um grande projeto tecnológico de código aberto financiado pela Purpose que está proporcionando ferramentas e melhores práticas de ativismo para organizações sociais no mundo todo.

Nosso financiamento

 

A All Out é um movimento independente que conta com apoio de seus associados e apoiadores para crescer e prosperar. As doações que recebemos são otimizadas num longo caminho, já que maximizamos a tecnologia e trabalhamos ao redor do mundo com despesas muito pequenas. Precisamos somente de nossa página na internet, equipamento básico e uma equipe pequena e dedicada. A All Out não aceita contribuição financeira de empresas ou governos, nossa primeira responsabilidade é sempre frente aos nossos associados.

Em seus primeiros dois anos, a All Out também recebeu apoio de fundações de vanguarda, entre elas Arcus Foundation, Ford Foundation, Gill Foundation, Oak Foundation e Sigrid Rausing Trust.

Perguntas frequentes

 

Por que a All Out foi criada?

A All Out foi criada para permitir que qualquer pessoa, onde quer que ela esteja, ajude a conquistar a igualdade de direitos para lésbicas, gays, bissexuais, pessoas trans e travestis (LGBT) em todos os países do mundo.

Nas últimas décadas, indivíduos e organizações incríveis têm atuado nas mais altas esferas do governo e da política para promover os direitos e o reconhecimento das pessoas LGBT. Muitas organizações de base – nacionais e regionais – também têm trabalhado duro, frequentemente sem muitos recursos, para defender a comunidade LGBT em suas regiões. Mas, até o momento, não existia uma maneira fácil pra que pessoas comuns apoiassem e dessem mais visibilidade ao trabalho desses grupos.

A All Out não é uma ONG internacional tradicional. Nosso objetivo é construir uma rede global que possa dar força e também recursos para organizações locais de todo o mundo. O modelo de mobilização online para engajamento e empoderamento de organizações locais está no centro das nossas operações diárias. Essa prática – adotada por organizações como Avaaz, MoveOn, GetUp! e SumOfUs – utiliza a tecnologia para criar novas formas de participação cidadã em nível local, nacional e global. A All Out aplica o melhor desse modelo em sua luta pelos direitos das pessoas LGBT, buscando oferecer formas acessíveis para que milhões de pessoas se manifestem e ativem suas redes sociais em defesa do amor e da igualdade.

Trabalhamos de perto com organizações locais e globais para dar visibilidade ao seu trabalho. Disponibilizamos nossa plataforma global para fazer que suas vozes cheguem mais longe e executamos campanhas criativas para permitir que pessoas do mundo todo apoiem o trabalho dessas organizações, ajudando-as a alcançar vitórias importantes para as pessoas LGBT.

 

Como escolhemos nossos parceiros e decidimos em que campanhas vamos trabalhar?

Muitas vezes, a All Out lança campanhas em resposta a situações urgentes enfrentadas pelas pessoas LGBT em alguma parte do mundo. Pelo fato de o nosso trabalho ser global, nossa pequena – mas incrível – equipe de ativistas está espalhada por todo o planeta.

Quando um projeto de lei homofóbico é apresentado no Brasil, ou quando uma onda de crimes violentos contra pessoas LGBT começa a se espalhar no Iraque, um ativista da All Out naquela região trabalha com parceiros locais para determinar se nossos membros podem ajudar de alguma maneira. Passamos bastante tempo pesquisando cada situação e discutindo com todas as organizações envolvidas antes de decidir a melhor estratégia a seguir. Quando decidimos nos envolver, prestamos muita atenção às questões culturais e jurídicas daquela região. Quase sempre conduzimos nossas campanhas em parceria com um ou mais grupos locais, trabalhando de perto com esses parceiros para desenvolver a linguagem que usamos em cada um de nossos materiais de comunicação. Acreditamos que é fundamental aumentar a visibilidade dos ativistas e organizações que já estão atuando em cada região – é por isso que, muitas vezes, enviamos mensagens dos nossos parceiros diretamente aos membros da All Out, pedindo que eles entrem em ação.

Há vezes em que nossos parceiros não querem o tipo de atenção internacional que uma campanha da All Out pode atrair – em muitos lugares, como se sabe, ser abertamente LGBT pode ser extremamente perigoso. Nunca lançamos campanhas que nossos parceiros locais não queiram ou que possam ameaçar a segurança de outras pessoas. Quando concluímos a fase de pesquisa e consultas, determinamos se é o momento certo para lançar aquela campanha.

 

Como medimos o impacto do nosso trabalho?

A All Out está sempre buscando maneiras de criar um impacto duradouro e mensurável na vida das pessoas LGBT. Nossa moderna plataforma tecnológica mede o nível de resposta para cada postagem, tweet ou e-mail que enviamos. Isso nos permite otimizar nossas ações de campanha, para alcançar um público cada vez mais amplo e ter o maior impacto possível. Alguns de nossos indicadores de sucesso são o aumento de nossa rede de membros, transformações nas conversas públicas sobre a questão LGBT – tanto através da mídia social quanto da mídia tradicional –, mudanças de políticas, o número de doações vindas dos nossos membros, e o apoio direto que conseguimos prestar a organizações parceiras.

Em média, conduzimos cerca de 60 campanhas por ano e aproximadamente 5 mil pessoas se juntam ao movimento a cada dia. Em uma pesquisa feita recentemente, mais de 60% dos membros da All Out indicaram que sua participação nas nossas campanhas foi a primeira vez que se envolveram na defesa dos direitos das pessoas LGBT ou no trabalho de uma organização focada na questão LGBT. Embora muitos dos nossos membros se definam como lésbicas, gays, bissexuais, trans ou travestis, a maioria deles se identifica como heterossexual.

Para saber mais sobre o impacto do trabalho da All Out, dê uma olhada em nossas Campanhas de destaque.

 

Como a All Out é estruturada?

A All Out é um esforço conjunto de duas organizações sem fins lucrativos: a Fundação Purpose, uma organização beneficente registrada na categoria 501(c)(3) do Serviço de Impostos dos EUA, focada em educação e mudança cultural; e a Purpose Action, registrada na categoria 501(c)(4), que trabalha para promover mudanças em políticas públicas. A equipe global da All Out é liderada pelo cofundador da organização, Andre Banks, e aconselhada pelos conselhos diretivos de ambas as organizações. Cada organização tem seu próprio conselho diretivo (listados abaixo), que são responsáveis pela sua gestão e supervisão.

O Conselho Diretivo da Fundação Purpose é composto por:

  • John Barabino, empreendedor e ex-executivo do Google, da DoubleClick e da Firefly

  • Jeremy Heimans, CEO da Purpose, cofundador da Avaaz e cofundador da GetUp!
  • Michael Evans, presidente da Moynihan Station Development Corporation e ex-chefe de gabinete do vice-governador do estado norteamericano de Nova Iorque

Os documentos organizacionais da Fundação Purpose e nossos Formulários 990 – prestação de contas anual que todas as organizações sem fins lucrativos registradas nos EUA devem apresentar à Receita Federal – podem ser encontrados aqui (em inglês).

O Conselho Diretivo da Purpose Action é composto por:

  • Rashad Robinson, diretor-executivo da ColorOfChange.org e ex-diretor sênior de programas de mídia da GLAAD
  • Brett Solomon, diretor executivo do Access, ex-diretor de campanhas da Avaaz e ex-diretor-executivo da GetUp!
  • Douglas Atkin, diretor de comunidade do Airbnb, ex-chefe comunitário do Meetup, autor do livro The Culting of Brands
  • Andre Banks, diretor-executivo da Fundação Purpose, ex-diretor de estratégia da Purpose e ex-vice-diretor da ColorOfChange.org

  • Jeremy Heimans, CEO da Purpose, cofundador da Avaaz e cofundador da GetUp!

Os documentos organizacionais da Fundação Purpose e nossos Formulários 990 – prestação de contas anual que todas as organizações sem fins lucrativos registradas nos EUA devem apresentar à Receita Federal – podem ser encontrados aqui (em inglês).

A All Out foi lançada com o apoio inicial da Purpose, uma empresa de fins sociais com certificação B-Corporation, um selo dado a negócios cuja missão é gerar impactos socioambientais positivos, que tenham alto padrão de performance, gestão e transparência. A Purpose utiliza um modelo inovador pra reunir profissionais para financiar, lançar e acelerar o crescimento de novas organizações sociais.

Por meio de uma parceria contínua, a All Out consegue utilizar a equipe de especialistas da Purpose a baixo custo, além de ser a primeira organização a se beneficiar da Plataforma Purpose, um grande projeto de tecnologia open-source financiado pela Purpose, que busca disponibilizar ferramentas e boas práticas de ativismo para organizações com propósitos sociais em todo o mundo.

 

Quando eu faço uma doação para a All Out, pra onde vai o dinheiro?

A All Out é um movimento independente que conta com doações de nossos membros para crescer e prosperar. As doações chegam aonde devem chegar porque usamos a tecnologia ao máximo, a fim de trabalhar globalmente com pouquíssimas despesas. Nós só precisamos do nosso site, equipamento básico e uma equipe reduzida, mas muito empenhada.

A All Out não aceita contribuições financeiras de empresas ou governos, pra que só tenhamos que dar satisfações aos nossos membros.

Às vezes, a All Out levanta recursos para apoiar diretamente uma necessidade urgente de alguma organização parceira ou para pagar despesas específicas que ajudam nossos parceiros, como campanhas publicitárias, serviços jurídicos ou de segurança.

Outras vezes, levantamos recursos para a própria All Out, pra que possamos continuar apoiando nossos parceiros através de nossas campanhas globais. Aproximadamente 85% dos recursos doados à All Out vai diretamente para o nosso trabalho de campanha. Os outros 15% cobrem necessidades organizacionais importantes como gestão, captação de recursos, assessoria jurídica, apoio de contabilidade e infraestrutura – todas fundamentais para manter nossa organização funcionando.